OS BÓRGIAS

BARRA-LIVROS

bórgias Trata-se de um romance, mas essa família de fato existiu e, de certa maneira, foi a precursora de todas as famílias da máfia contemporânea.  Confesso minha visão romântica em torno desses personagens. Meus filmes de máfia preferidos devem ser os da maioria: Os Bons Companheiros e o O Poderoso Chefão – Leave the gun. Take the canolies.  O que nos leva ao autor do livro,  Mario Puzo, que também é o criador do Poderoso Chefão – o livro, não o filme, do qual ele é apenas co-roteirista.

Escrever “Os Bórgias” foi a tentativa de Mario Puzo de esclarecer as origens da máfia e pra isso ele realizou uma profunda pesquisa que durou quase 20 anos. O resultado é a história dessa família que viveu no século XV, em Roma, num momento em que a Igreja ocupava uma posição diferente daquela que conhecemos hoje. Bispos e cardeais mantinham uma vida de prazeres carnais e de hábitos mundanos. Ter filhos não era permitido, mas ninguém se dava ao trabalho de escondê-los. Assim também era com Rodrigo Bórgia, um importante cardeal que através de jogos políticos e troca de favores chegou ao posto de Papa – Alexandre VI.

Seus filhos eram usados como peças de xadrez e é nesse clima de intrigas e trapaças que se dá toda a história. Um grande livro cheio de fatos reais costurados num enredo fictício. Destaque para narração da primeira experiência sexual de Lucrécia Borges, algo que me deixou curiosamente perturbado.

Também postado em: Ler Devia Ser Proibido

Anúncios

Um pensamento sobre “OS BÓRGIAS

  1. Lucrezia era virgem até se casar com Giovanni Sforza pelo que me consta. Ela tinha uns 15 anos.
    Adoro Mario Puzo!
    Tbm acho que essas familias poderosas do Renascimento italiano são o gérmem das famiglie mafiose.
    Mas ao invés dos Borgias me interesso pelos Medicis de Florença devido ao interesse destes por artes e mecenato.
    O showtime (canal de tv a cabo que produziu “The Tudors”) está produzindo uma série sobre os Borgia para estrear em 2011. Parece que a série tbm irá fazer um link da familia renascentista com a mafia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s